3 técnicas para treinar a inteligência emocional de uma criança

3 técnicas para treinar a inteligência emocional de uma criança

Inteligência emocional é a capacidade de reconhecer em si o manifestar de cada sentimento da miríade de emoções da qual o Homem está sujeito a experimentar no transcorrer da vida.

Esse processo de autoconhecimento das emoções internas é um grande instrumento para poder identificar no outro essas mesmas emoções, facilitando a construção de empatia, da compreensão sobre o modo de agir do próximo.

Tal conhecimento fornece as condições necessárias para gerirmos com eficácia nossa vida emocional, exercitar o autocontrole, entender o momento adequado de se dirigir ou a forma de abordar a outrem.

O desenvolvimento da inteligência emocional na infância, diante dessas considerações, mostra-se um aspecto de suma importância para que o infanto possa aprender a lidar saudavelmente com as suas frustrações, aprender a se colocar no lugar do outro, apurar a capacidade de expressão de seus sentimentos e compreender o que é necessário para minar, abrandar ou extinguir as suas aflições.

Uma criança com um adequado desenvolvimento da inteligência emocional durante a infância obtêm melhores condições de crescer bem consigo mesma e com o coletivo em seu entorno.

Se esse aspecto da formação de seu filho lhe rende preocupações no momento, ou se gostaria de se certificar que suas atitudes como educador/educadora estão de acordo com o que se considera como ideal, confira as recomendações abaixo para um bom desenvolvimento da inteligência emocional na infância:

Ensine a levantar

Durante o desenvolvimento da inteligência emocional na infância procure demonstrar ao infanto um lado otimista para lidar com as adversidades, que tudo o que ocorre nas nossas vidas, sejam positivas ou negativas, podem nos servir como aprendizado.

Ao interagir com o outro, nem tudo sairá da forma como a gente espera, as vezes é preciso aguardar, abrir mão de algumas vontades ou até mesmo abandonar uma empreitada. As adversidades, se absorvidas da maneira correta, podem ser úteis para ensinar o que é preciso fazer ou não em determinadas situações.

Não alimente a birra

Permitir que a criança se depare com frustrações é um ponto importantíssimo para desenvolver a inteligência emocional de maneira saudável.

A falta de censura nas ocasiões propícias a prejudica no entendimento do porque determinadas atitudes são inadequadas, além de indicar o que é socialmente aceitável para que possa reverter ou lidar com a frustração momentânea.

Quanto mais tardia a exposição para suportar contrariedade, mais penoso será o processo de habituação à realidade em sua forma crua.

Incentive as brincadeiras

O ato de brincar é ótimo para a criança exercitar suas habilidades sociais e amadurecer a inteligência emocional, pois interagir com outras crianças, precisará respeitar a vez do outro, assimilar as competências e dificuldades suas e do próximo.

Ao interpretar um personagem, por exemplo, pelo mero fato de se colocar no papel de outra pessoa adquirirá noções sobre as responsabilidades, tarefas, dificuldades particulares do tipo em questão o que proporcionará entendimento das razões de certas escolhas em detrimento de outras.

Acresce que o campo artístico é uma ótima ferramenta para expressar sentimentos, angústias, apreensões, desejos que de outro modo o infanto tem dificuldade em comunicar.

Conclusão

Para um saudável desenvolvimento da inteligência emocional na infância recomenda-se que os educadores estimulem as crianças a enxergar o lado positivo das adversidades, aprender com os seus erros, para que possam conquistar capacidade de resiliência.

Também orienta-se a não estimular comportamento mimado, pois tal conduta evita que a criança lide bem com as frustrações, requisito indispensável para uma boa gestão da inteligência emocional.

Por fim, incentive o ato de brincar para que a criança desenvolva suas habilidades sociais e adquira percepções sobre os efeitos de sua conduta e do outro, além de assimilar as particularidades que cada ser social carrega e de como influenciam positiva e negativamente as decisões que tomam.

Caso já tenha identificado essas ações como necessárias para aprimorar o desenvolvimento da inteligência emocional de seu filho(a), mas esteja com dificuldades para aplicá-las exitosamente, saiba que o serviço de coaching infantil de Moshé Bergel é um ótimo recurso para tratar dessa questão.

Saiba mais a respeito. Agende uma sessão experimental. Ah, estou te esperando em nossa palestra online de Programação Neurolinguística e Constelação Familiar na Educação Infantil, clique aqui para saber mais.


Moshé Bergel é formado em coaching pela International Coach Federation (ICF). Treina indivíduos e equipes, na sua maioria pessoas que querem obter sucesso na carreira e ter uma vida feliz. Seus serviços estão cheios de recursos e ele quer ajudá-lo a alcançar seus objetivos de negócios e de vida. Saiba mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *