Tratamento de autoajuda para o ataque de pânico

Tratamento de autoajuda para o ataque de pânico

Pessoas que sofrem de ataque de pânico sabem quão desconfortável é passar por esta experiência. Por isto,  não é sensato aguardar até que seu “ataque” presumido acabe antes de fazer algo a respeito. Aqui estão algumas coisas que deve saber para que, quando sentir que está tendo um ataque de pânico, você saiba o que fazer:

Compreenda de que ataque de pânico se trata.

A consciência é a arma mais importante para combater ataques de pânico, porque quando sente ou sabe que está sob um ataque, é muito mais fácil contornar os efeitos dos sintomas que acompanham. Lembre-se disso: ataques de pânico podem acontecer com qualquer um. Pode acontecer com a pessoa estressada e deprimida, bem como com as pessoas felizes ​​e saudáveis. Pode acontecer sem aviso prévio, sem qualquer razão aparente.

Os disparadores também podem causar medo e ansiedade irracionais e exagerados.

O desequilíbrio químico no corpo (baixos níveis de serotonina e baixa progesterona) pode desencadear um ataque. E enquanto há tantos estudos que sugerem algumas causas de ataques de pânico, a condição ainda não é totalmente compreendida.

Conheça seus sintomas.

Para a maioria das pessoas, não é fácil dizer se estão ou não sofrendo um ataque de pânico durante o momento de ataque, pois é difícil para eles racionalizar as coisas e diferenciar o que é real do irreal. Embora este seja o caso, não é realmente uma desculpa. Aqui estão os sintomas de um ataques de pânico: batimentos cardíacos ou palpitações, dor torácica, respiração acelerada ou falta de ar, agitação estomacal, mau humor, tremores e agitação, tensão muscular, sudorese, tonturas e sensibilidade, flashes quentes ou frios, sensação de formigamento ou dormência, medo de morrer, ficar louco ou perder o controle e se sentir afastado dos arredores. Tome nota que as pessoas reagem aos disparadores de forma diferente, assim os sintomas podem variar de pessoa para pessoa.

Pratique a respiração profunda.

A respiração profunda durante um ataque é a maneira mais efetiva de reduzir os sintomas que você está enfrentando, bem como desviar sua atenção do pensamento temível. Respire profundamente por 3 contagens lentas, segure a respiração por 3 contagens lentas e expire por mais 3 contagens lentas. Repita este processo até sentir que está um pouco mais calmo.

Mantenha-se positivo.

Embora seja mais fácil dizer do que fazer, permanecer positivo durante um ataque de pânico acelerará sua recuperação. Deixe a situação fluir, tendo em mente que irá passar. Um ataque pode permanecer em seu pico por 5 ou 10 minutos e raramente se prolonga por mais de meia hora, então não pense que você está ficando louco (ou vai morrer), mesmo que pareça que é o que está acontecendo.

Evite o estresse desnecessário.

Enquanto você não pode evitar todas as situações estressantes e também não é saudável dar as costas às situações que precisam ser abordadas, evitar estresse desnecessário ajuda a reduzir as chances de você sofrer um ataque. Fique longe de pessoas que o estressam, de relacionamentos que causam estresse e situações que te deixam tenso.

Aprenda a dizer “não” se você tiver outras coisas muito importantes a fazer. Não trabalhe por horas prolongadas. Não aceite trabalhos adicionais se você sabe que não poderá fazê-lo corretamente, etc.

Música Relaxante

Escutar uma música relaxante num lugar mais privado e calmo pode ajudar. Recolha-se por dez a quinze minutos uma ou duas vezes por dia durante o período de picos do pânico, permaneça numa posição confortável, feche seus olhos e escute o som tranquilo de uma música que aprecia.

Você pode querer agregar as respirações lentas e profundas a este momento.

Diversão e Entretenimento

Insira em sua rotina semana atividades de lazer e diversão. Estes serão momentos em que você tirará o foco da sua mente de coisas desencadeadoras para coisas que diminuem a tensão e aumentam o bem estar.

Se mantiver esta rotina de maneira constante verá que seu quadro geral se beneficiará

Imaginação

Imagine-se saindo de si mesmo. Observe a si mesmo de fora.

Perceba as qualidades do cenário. Como estão as sensações que você mesmo está experienciando?

Em que lugar se encontra? Quem mais está ao seu lado?

Agora vá alterando as características da cena até que perceba alguma mudança positiva.

Mude as cores, acrescente um som agradável, e imagine-se tendo uma sensação mais confortável e tranquila.

Quando perceber que “você mesmo” está se sentindo melhor, entre na cena e reviva a situação, permitindo todas as mudanças se processarem em sua mente.

Siga esses tratamentos de autoajuda para se sair bem caso perceba que um  ataque de pânico está por vir.


Moshé Bergel é formado em coaching pela International Coach Federation (ICF). Treina indivíduos e equipes, na sua maioria pessoas que querem obter sucesso na carreira e ter uma vida feliz. Seus serviços estão cheios de recursos e ele quer ajudá-lo a alcançar seus objetivos de negócios e de vida. Saiba mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Themetf
Você quer atingir seus objetivos?
Moshé Bergel compartilha um novo processo passo a passo de sete etapas transformacionais que tornará muito mais fácil atingir seus objetivos. Ter o conhecimento desse processo irá ajudá-lo na identificação do que está lhe bloqueando e, em seguida, tomar medidas em direção a seus objetivos. Ele funciona e é GRATUITO!!!
7 Passos Para Reprogramar a Mente e Atingir Objetivos
* Nós nunca compartilharemos seus detalhes com terceiros.