Agende sua sessão inicial hoje mesmo: (11) 98706-5121

5 Dicas para Diminuir o estresse no trabalho

hipnoterapia para emagrecer

Todo mundo sente estresse no trabalho, pois isso é inevitável, por mais que gostemos do que fazemos como meio de vida. Contudo, sentir mais estresse do que conforto ou lazer durante as suas atividades profissionais é um problema, principalmente se essa situação se manter de forma prolongada.

Estresse e saúde definitivamente não andam de mãos dadas. Uma pessoa com uma rotina muito estressante tende a desenvolver problemas de dor de cabeça, apneia, baixa do sistema imunológico, diarreia, falta de concentração, cólica estomacal entre diversos outros.

Ou seja, você precisa encontrar um equilíbrio, uma solução para resolver a tensão constante no trabalho para não deteriorar seu estado de saúde. Pior que isso é um círculo vicioso, pois conforme os problemas surgem mais motivo encontra para ficar estressado.

Portanto, uma solução é urgente. E se você parou, deu uma respirada para ler esse artigo sobre dicas para diminuir o estresse no trabalho, faz a coisa e certa e pode ter certeza que vou me dedicar para fazer valer o seu tempo aqui.

Já adianto uma coisa: você não está sozinho.

Um problema pandêmico

Segundo estudo levantado pela Internacional Stress Management Association no Brasil (ISMA-BR), 30% dos trabalhadores brasileiros sofrem de burnout. “Burnout” é referência a “Síndrome de Burnout”, uma expressão usada para descrever as consequências de estresse severo em ambientes de trabalho e que se popularizou nos últimos anos.

Inicialmente era designado para profissões de ajuda, como médicos e enfermeiras, mas atualmente é empregado para qualquer tipo de profissão.

Esse dado referente ao Brasil não surpreende ao considerar que o país atravessa por uma crise política e econômica profunda nos últimos anos e que se agravou com a pandemia do coronavírus.

O desemprego aumentou a níveis históricos e quem teve a sorte de permanecer no trabalho percebeu que o grau de exigência aumentou sobremaneira.

Antes o que era exercido por 3 a 4 funcionários hoje cobra-se que apenas uma pessoa faça. Caso isso gere descontentamento não tem problema, há 14 milhões de pessoas dispostas a fazer qualquer coisa para voltar a ter uma renda.

As contas não cessam e a disputa lá fora está selvagem. É melhor do que nada. Esse contexto, esse pensamento, acaba levando a sobrecarga e ao estresse no trabalho, a síndrome de burnout.

Quando a síndrome de burnout está a caminho?

Você já deve ter passado por um momento de esgotamento físico e mental causado por uma rotina estressante de trabalho. Lembra-se da sensação, das forças drenadas, da falta de interesse total no que está fazendo? A síndrome de burnout remete exatamente a esse estado, porém de forma contínua.

Em um estresse no trabalho típico, o esgotamento físico e mental se encerra após encerrar a jornada exaustiva. Em casos graves, como essa síndrome, essa sensação não passa, é permanente.

As consequências desse estado de estresse prolongado são, com o tempo, se sentir oprimido, perder totalmente a motivação e ficar até ressentido com a atividade que desempenha. Em alguns casos, chega-se a se desenvolver sintomas de depressão.

Portanto, se você sente estresse prolongado, irritabilidade, fadiga excessiva, perda de interesses nas coisas e queda de produtividade no trabalho é muito provável que esteja a caminho ou já esteja vivenciando uma crise aguda de estresse no trabalho, uma síndrome de burnout.

Dicas para diminuir o estresse no trabalho

Se você desconfia ou tem certeza que sofre de burnout no trabalho, é motivo sim para se preocupar e buscar algumas soluções para reduzir a tensão na sua vida profissional.

Segue algumas dicas úteis para diminuir estresse no trabalho.

Desconecte-se

Tecnologia proporciona sem dúvida muitas vantagens, mas também pode representar uma cilada. Especialistas de mercado de trabalho apontam que a comunicação entre empregador e colaborador por redes sociais tem levado a aumento da carga horária de trabalho – muitas vezes sem remuneração extra.

Excesso de informação, realidade distorcida (que leva a impressão de que todos estão bem, menos você), dependência, conflitos, são vários os problemas que uso constante e prolongado de dispositivos digitais podem proporcionar a saúde mental e contribuir para o estresse diário.

Por isso, a dica é reservar ao menos um período do dia para se manter desconectado.

Pratique exercícios

Não fique muito tempo sentado, sempre que possível tente fazer exercícios físicos, mesmo que breves alongamentos. É comprovado que atividades físicas ajudam a diminuir a ansiedade e a depressão.

Mantenha uma boa alimentação

Evite fazer tarefas durante o seu horário de almoço, pois esse é um momento fundamental para descansar a mente e se descontrair.

Sem contar que o trabalho no almoço certamente irá afetar a alimentação. Uma dieta balanceada proporciona mais energia e bom humor.

Procure por ajuda profissional

O seu problema pode ser muito grave, profundo, apenas a saída do trabalho ser a solução para resolver o problema. Contudo, as dúvidas sobre o caminho a seguir são muitas e por isso vive angustiado e indeciso sobre o caminho a seguir.

Nesse caso o melhor a se fazer é procurar por orientação profissional para que possa compreender o seu momento e as possibilidades ao alcance.

Faça hipnoterapia

As causas do estresse no trabalho podem estar relacionadas a experiências anteriores mal resolvidas que potencializam o desequilíbrio emocional no ambiente de trabalho.

A hipnoterapia se destaca quanto ao trabalho de investigação interna, pois por meio da hipnose consegue acessar a zona dos pensamentos mais primitivos e censurados, o inconsciente, e identificar os eventos traumatizantes.

Não só: além do trabalho de investigação, o hipnoterapeuta é capaz de remover a carga emocional associada a esses eventos traumáticos e reeducar a mente a interpretá-los de maneira mais saudável.

Faz-se um trabalho de reprogramação mental.

Os resultados desse tratamento costumam ser mais rápidos, pois sua abordagem é mais direta e profunda em comparação a psicanálise tradicional.

Vale destacar a que a hipnoterapia é praticada há décadas no Brasil e no mundo, e em países importantes como os EUA. Ela é reconhecida como um tratamento alternativo e complementar legítimo, com aval científico, pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP).

Para mais informações sobre o assunto ou para marcar uma sessão com um profissional experiente e qualificado clique aqui[1].

Gostou deste conteúdo sobre dicas para diminuir o estresse no trabalho? Então curta, compartilhe, avalie. Seu apoio faz a diferença!

 

 

Gostou? Compartilhe em suas redes sociais

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin

Publicações mais recentes

Receba as últimas notícias publicadas

×