Como lidar com a timidez na infância

Como lidar com a timidez na infância

Timidez não é necessariamente um defeito ou uma moléstia. Ela agrega aspectos positivos no perfil do indivíduo que a porta como paciência para refletir, analisar possibilidades e se colocar no lugar do outro. É perfeitamente possível ser feliz e produtivo com essas características.

Porém quando a timidez é excessiva, se torna prejudicial para o desenvolvimento pessoal da criança, pois a impedirá de desenvolver habilidades de interação que instaure vínculos saudáveis, afetiva e profissionalmente, o que certamente a colocará em grandes dificuldades no futuro e poderá influenciar a formação de quadros depressivos ou autodestrutivos.

Você pode gostar: Coaching infantil ajuda seus filhos a lidarem com suas dificuldades

Mas como diferenciar uma personalidade tímida comum de um caso de excesso de timidez na infância?

E o que os pais podem fazer para diminuir (não eliminar. Lembrando: não é uma moléstia, é um temperamento típico e forçá-lo a se comportar de modo que fuja completamente de suas características irá apenas oprimi-lo ao invés de ajudá-lo) esse acanhamento para que o infanto possa desenvolver-se saudavelmente?

Confira as recomendações a seguir:

O diagnóstico

Uma boa maneira de identificar excesso de timidez na infância é observar o seu filho junto com outros garotos e garotas. Se a timidez fizer parte da personalidade dele, é natural que não exerça papel de liderança junto aos colegas de mesma idade, porém é preocupante se notar que prefira ficar isolado, acompanhando a distância a brincadeira dos demais mesmo denotando que tenha vontade de participar. É um claro sinal de que enfrenta grandes dificuldades para vencer a inibição.

Outro sinal que merece despertar o alerta é a persistência em não desenvolver diálogo dentro de casa mesmo quando instado a fazê-lo, respondendo ao estímulo monossilabicamente e com apatia.

O incentivo

Se o excesso de timidez o impede ou desestimula a construir diálogo com os pais, irmãos, avós etc não significa que deva desistir e emular o mesmo comportamento. Pelo contrário.

  • Converse
  • Pergunte
  • Incentive

Tire-o da zona de conforto. Faça-o perceber que não tem com o que se preocupar, que se abrir e trocar experiências pode ser muito prazeroso, divertido. Se ele demonstrar irritação, o provoque, mantenha o bom humor para que perceba como o seu comportamento não é benéfico para ele próprio.

A ação

Outra estratégia para lidar com excesso de timidez na infância é inscrever a criança para a prática de uma modalidade esportiva, preferencialmente as de caráter coletivo, porque estimulam o trabalho em equipe e o compartilhamento de experiências, já que sem os quais inviabiliza-se rendimento satisfatório.

A ajudinha

Uma ação interessante para tentar desfazer o excesso de timidez na infância é, ao observar a inaptidão do rebento para fazer amizades, levá-lo junto consigo aos locais que identifique possibilidade de interação fácil e profícua, como no prédio do vizinho que tenha um filho de mesma idade disponível para brincar, na casa de um cliente conhecido, com as mesmas condições, ou na residência de um parente.

Conclusão

Timidez na infância não é um problema em si, pois é um comportamento banal que não impede o bom desenvolvimento do infante, no entanto, se exagerada, pode ser danosa e é preciso saber identificar quando se trata de uma situação de excessiva timidez na infância e quais atitudes tomar para abrandar esse quadro.

Os sinais de uma timidez excessiva são:

  • Isolamento do grupo de crianças de mesma idade, apesar de transparecer vontade de interagir;
  • Não ter vontade de conversar com pais;
  • Aparentar apatia.

Algumas medidas para lidar com o problema:

  • Estimular o diálogo;
  • Inscrevê-lo em atividades esportivas;
  • Levá-lo a locais com possibilidades de entrosamento com crianças de mesma idade.

Ficou interessado em receber novas dicas ou gostaria de orientações para lidar com outros problemas relacionados a educação de seus filhos? Participe da nossa palestra online sobre Educação Infantil com PNL, clicando aqui.

Gostou do artigo? Compartilhe em sua redes sociais para que outros pais tenham acesso a essas informações úteis para lidar melhor com seus filhos tímidos.


Moshé Bergel é formado em coaching pela International Coach Federation (ICF). Treina indivíduos e equipes, na sua maioria pessoas que querem obter sucesso na carreira e ter uma vida feliz. Seus serviços estão cheios de recursos e ele quer ajudá-lo a alcançar seus objetivos de negócios e de vida. Saiba mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *